• ---
  • Máx: ?
  • Min: ?

  • ---
  • Máx: ?
  • Min: ?

Notícias

Município ultrapassa Lei de Responsabilidade Fiscal investindo 17,82% em Serviços de Saúde

- Publicado em 09/01/2020 às 15:21 - Atualizado em 09/01/2020 às 15:27


Créditos: Cinthia Borsatto/ Assessoria de Imprensa Baixar Imagem

Foram realizadas na tarde desta quarta-feira (08), na Câmara de Vereadores de Guaraciaba as Audiências Públicas de Apresentação do Terceiro Quadrimestre e também o Relatório Anual equivalente ao ano de 2019 da Secretaria de Saúde. Uma das principais informações apresentadas pela Secretária Daiane Dorigon, foi que o município por Lei deveria aplicar em Serviços de Saúde no mínimo 15% de determinadas receitas e o município aplicou 17,82%. Uma diferença de cerca de R$750 mil a mais nesta área.

Relatório Anual apresenta todos os investimentos na área da Saúde

O Relatório Anual tem como objetivo apresentar os resultados apurados e alcançados nos serviços em Saúde. Conforme apresentado os atendimentos médicos no ano de 2019 somaram mais de 33 mil atendimentos, enfermagem mais de 25 mil, na farmácia básica mais de 38 mil atendimentos. Daiane destacou ainda que são cinco equipes de ESF trabalhando no atendimento de 10.470 moradores cadastrados.

Sobre saúde bucal foram mais de 14 mil atendimentos odontológicos realizados, já no Programa Brasil Sorridente – Próteses Dentárias – foram entregues mais de 600 próteses com investimentos de mais de R$244 mil. Através do Programa Telessaude onde o município possui um dermatoscópio e um eletrocardiograma e foram no ano de 2019 mais de 800 atendimentos realizados. Em seguida Daiane apresentou os dados referentes à manutenção da frota e diárias o montante de aproximadamente R$360 mil.

Através do Consórcio CIS AMEOSC foram repassados em 2019 o montante R$315 mil durante 2019. Dentro deste Consórcio foram encaminhados mais de 2.700 procedimentos entre eles os exames mais utilizados foram de ultrassom, ressonância, densitometrias, além das consultas mais procuradas que foram nas especialidades de cardiologia, psiquiatria e ortopedia. Em cirurgias eletivas foram realizados 40 procedimentos por meio de complementação pelo consórcio.

A cota de especialidades do Hospital Regional Terezinha Gaio Basso somaram em atendimentos 2.300 entre os mais procurados estão os exames de ultrassom, tomografia, além das consultas em oftalmologia e ginecologista. Já sobre as consultas em ginecologia, sessões de fisioterapia, ultrassom morfológica e demais atendimentos através de credenciamento somam o montante de mais de R$280 mil e os exames laboratoriais somam mais de R$210 mil.

Daiane apresentou também os dados referentes aos investimentos em medicação, materiais para os ambulatórios, fraldas e materiais odontológicos onde o montante aplicado é de mais de R$560 mil. Outro dado apresentado pela Secretária é sobre as viagens a tratamento fora de domicílio, onde foram realizadas mais de 1.200 viagens e foram transportados mais de sete mil usuários. Entre os municípios de referência em saúde onde os pacientes são encaminhados se destacam Florianópolis, Chapecó e São Miguel do Oeste.

Sobre os repasses ao Hospital São Lucas o montante do ano de 2019 ultrapassa R$1,3 milhões. Conforme Daiane é pago mensalmente o valor de mais de R$100 mil para o pagamento dos plantões médicos, além do repasse de R$159 mil no mês de dezembro para a aquisição de equipamentos hospitalares para atendimento aos pacientes. Ainda entre os repasses está a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE – que recebe o montante de mais de R$10 mil ao mês.

Outra informação é sobre a especialidade de oftalmologia onde em 2019 foram realizados dois mutirões em cirurgias de catarata atendendo 75 pacientes e realizados 110 procedimentos. Além de 30 procedimentos em Pterígio e outras 110 consultas na área da oftalmologia no Hospital Nossa Senhora das Mercês. Já através dos valores oriundos do SIS REG PPI foram realizadas mais de 60 ressonâncias no valor de mais de R$17 mil. Outros investimentos foram em aparelhos auditivos, onde os investimentos foram de mais de R$35 mil e 15 pacientes foram beneficiados, Daiane destaca que grande maioria deles necessitou de dois aparelhos auditivos.

Os valores oriundos para a manutenção das atividades do Núcleo de Apoio à Saúde da Família – NASF – ultrapassam os R$200 mil. Ainda na questão de investimentos nesta área Daiane destacou a aquisição com recursos próprios de um veículo Prisma para tratamento fora de domicílio no valor de mais de R$40 mil, além da construção da Academia de Saúde com investimentos de mais de R$118 mil. Foram ainda adquiridos dois aparelhos de Raio X Odontológicos com investimentos que chegam a próximo de R$10 mil.

Ainda na Audiência os Conselheiros aprovaram a utilização de 30% dos recursos do coofinanciamento e 50% dos recursos do PMAQ arrecadados no exercício de 2020 com pagamento de folha dos profissionais da saúde sendo médicos, equipes de enfermagem e agentes comunitários de saúde.

Cinthia Borsatto/ Assessoria de Imprensa

 

 


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar